0018 - Head On - Pixies [1991]

Podemos dizer que quando o rock que não se encaixa num desses estilos bem definidos, como por exemplo, heavy metal, punk ou rockabilly, ele é classificado como rock alternativo. Entretanto, isso nem sempre foi uma verdade. As primeiras bandas de rock alternativo nasceram no underground americano e britânico e derivavam basicamente do punk rock. Só anos mais tarde que o rock alternativo começou a flertar com outros estilos musicais e então se começou a classificar o inclassificável.

Se nos anos 80 o rock alternativo era feito para o underground, no início da década de 90, o rock alternativo era feito para a MTV e logo ganhou grande destaque no cenário do rock mundial. Hoje, uma banda de rock alternativo pode fazer sucesso nos quatro cantos do mundo. Bandas como Coldplay ou Franz Ferdinand são bons exemplos disto. Mas este sucesso atual só se deu graças às bandas como o Jesus And Mary Chain, fundada pelos irmãos Jim e William Reid. Influenciados pelo Velvet Underground, Stooges e Beach Boys, Jim e William decidiram montar a banda em 1983. Nesta época, o som sujo e distorcido produzido pelas guitarras da banda era um verdadeiro diferencial frente aos sintetizadores e batidas eletrônicas da pop music praticada na época. De 1984, quando foi lançado o primeiro single da banda intitulado Upside Down, até 1998, ano do lançamento do último álbum da banda, Munki, o Jesus and Mary Chain expandiu as fronteiras do underground e ajudou a consolidar as bases do rock alternativo.

Obviamente, neste período de 15 anos houve momentos em que os trabalhos da banda obtiveram maior sucesso e momentos de menor sucesso. Talvez Automatic, terceiro álbum da banda, seja um dos momentos de menor sucesso, mas ainda assim de boa qualidade musical. Lançado em 1989, Automatic foi gravado numa situação de transição com a saída do baterista John Moore. Até por isso, o disco acabou recebendo doses de bateria eletrônica. A mistura de distorções de guitarra com eletrônica gerou um disco menos consistente. Ainda assim, foi desse disco que saiu um dos maiores hits da banda, a música Head On.


Se Head On não fez o Jesus And Mary Chain estourar as estrelas do céu e nem boca do balão, com certeza fez a cabeça de muitos fãs da banda. Uma prova disto se encontra na cover feita pelo Pixies, no álbum de 1991, o Trompe Le Monde. Conta a história que o Pixies, naquela época, estava de saco cheio de fazer vídeo clips. Após várias tentativas de negociação frustradas da gravadora com a banda para a gravação de um vídeo clip para promoção do álbum Trompe Le Monde, Francis Black colocou suas condições na mesa: o clipe só seria gravado se fosse totalmente ao vivo e em um único take. Para a gravadora, era ganhar ou perder; sem opções o desafio foi aceito e decidiram por gravar um clipe da cover de Head On. Foi então que surgiu a idéia de gravar um vídeo com 12 cameras, dividindo a imagem de cada integrante da banda em 3 partes. Francis gostou da idéia. Só a cover já era ótima; combinado com o vídeo, o resultado é excelente.


Persiolino

2 comentários:

  1. Eu acho esse clipe muito engraçado! rs
    bem, não sou fã dos pixies, gosto de umas duas músicas só... e ficou bem legal essa versão "mais suja" dos irmãos reid, praticamente contemporâneos, né?

    ResponderExcluir
  2. Prefiro a original. Não consigo gostar de Pixies, o Frank Black desafina muuuito.

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!