0038 - Oliver's Army - Raimundos [1997]

Quando nos lembramos de Elvis Costello, talvez a primeira canção que nos vem à mente seja She, uma cover para um clássico de Charles Aznavour. Elvis a regravou para a trilha sonora do filme Um Lugar Chamado Notting Hill e She logo alcançou o topo das paradas de sucesso no mundo inteiro (principalmente entre os casais mais românticos). Apesar do romantismo contido na sua versão, é um grandessíssimo erro achar que Elvis seja apenas um cantor romântico e meloso, uma espécie de Fabio Jr. britânico. Na verdade, Elvis Costello é praticamente uma enciclopédia musical ambulante. Do rock ao pop, o grande ecletismo de Elvis o permitiu compor álbuns de country music norte-americano, de blues, de soul music, de jazz e de folk. Tudo isto, sem computar a produção de um disco de música clássica. Mas o que ele sabe mesmo fazer de melhor é rock dos bons.

Em 1979, Elvis lançou seu disco de maior sucesso comercial até hoje, Armed Forces. O terceiro álbum de sua vasta carreira é um trabalho marcado essencialmente pela new wave. Nele é possível perceber o amadurecimento de Elvis como compositor; arranjos mais elaborados com a fusão de diferentes estilos musicais (notadamente o punk rock com o reggae) e letras que traziam à tona problemas sociais e políticos, colocados a partir de suas experiências pessoais. E foi neste amadurecimento que sugiu um de seus maiores hits, a canção Oliver’s Army. Particularmente, eu a considero liricamente perfeita, sagaz, alegre e triste ao mesmo tempo. Ela possui como tema principal os jovens que são iludidos ao serem recrutados pelo exército, como sendo esta uma excelente opção de carreira profissional para suas vidas.

É engraçado notar que recentemente o governo do ex-presidente George W. Bush fez a mesma coisa: milhares de jovens foram iludidos por pelo marketing do exército americano convencendo-os a ingressarem em suas linhas de batalha, oferecendo o sonho de conhecerem o mundo e conquistarem um futuro de sucesso e glórias. Muitos destes sonhos, infelizmente, acabaram no Iraque – um saldo de 4000 jovens americanos mortes numa batalha em que não levou a paz prometida para aquele povo...

Apesar de mostrar o lado negro da história, Oliver’s Army é um rock bem animado. Neste clássico clipe, Elvis Costello e sua banda, The Attractions, aparecem tocando em cenários paradisíacos, dando um ar de deboche ao conteúdo da canção – como sugere sua letra, é muito melhor estar numa linda praia do Tahiti do que estar num front de batalha na Palestina.


A cover de Oliver’s Army feita pelos Raimundos está presente em seu quarto álbum, intitulado Lapadas Do Povo, lançado em 1997.

Segundo uma reportagem da revista Rock Brigade, os Raimundos só gravaram esta cover porque o produtor da banda naquela época, o americano Mark Dearnley, acreditava que a interpretação dos Raimundos cairia bem para esta canção de Elvis Costello. “A gente ouviu (Oliver’s Army) e sacou que aquilo ali era Ramones puro, rock'n'roll básico. Aliás, eu não consigo deixar de ser cover de Ramones mesmo!” – disse Rodolfo nessa entrevista.

Bom, se até os Raimundos gravaram Elvis Costello, isto só pode significar que há muito rock'n'roll correndo nas veias deste Elvis também. Da próxima vez que ouvir Elvis Costello, você o verá com outros olhos (e o ouvirá com outros ouvidos)...


Persiolino

4 comentários:

  1. Eu acho que o Blur já fez um cover dessa música, mas não tenho certeza absoluta rs

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo, foi só jogar no google rs:
    http://www.youtube.com/watch?v=ZexXf0loCXk

    ;)

    ResponderExcluir
  3. opa! olha eu aqui prestigiando os amigos... adorei a idéia do blog... vou colocar já nos meus feeds! tô procurando um monte de covers classudas q eu tinha antes de formatar sem querer querendo meu laptop... saco. quem sabe acho umas aqui!
    PARABÉNS, fellows!

    ResponderExcluir
  4. Dessa vez eu fico com o cover que o Dirty Pretty Things fez de Oliver's.

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!