0040 - Hurt - Johnny Cash [2002]

Johnny Cash, o homem, a lenda da country music americana, consagrado por realizar uma vasta discografia e com uma biografia cheia de altos e baixos e de uma imensa popularidade entre todos os artistas e fãs de todas as vertentes musicais como já registrada por este blog em uma cover que a banda irlandesa U2 fez para um de seus maiores clássicos Don't Take Your Guns To Town.

Dessa vez, vamos trazer uma canção que Johnny gravou e que se tornou mais importante que a versão original. Estamos falando de Hurt, uma estranhíssima canção composta por outro americano importante: Trent Reznor, líder de uma das mais importantes bandas do rock industrial americano dos anos 90: Nine Inch Nails.

Esta música, lançada originalmente em 1994 para o álbum The Downward Spiral. Seu single promocional nunca foi lançado para o público, entretanto, uma edição foi produzida com várias versões da música, sendo algumas delas censuradas.

A versão para vídeo dessa música com o Nine Inch Nails apareceu na versão inglesa do álbum, é uma performance ao vivo registrada durante a tour Dissonance, de 1995 onde a banda abre para David Bowie, que também participa desta versão cantando junto com Trent Reznor:


Hurt entrou para o repertório de Johnny Cash em 2002 e faz parte do album American Recordings IV, série de albuns do cantor americano produzidos pelo importante produtor Rick Rubin que começou esta série nos anos 90, quando do ressurgimento da popularidade de Cash, quando esta fora resgatada ao participar do álbum Zooropa do U2 cantando na faixa The Wanderer.

Com a carreira renovada e rejuvenescida, Johnny Cash alcança um patamar onde só os grandes atingem. A série American Recordings, que possui 6 volumes, sendo o último pouco antes da sua morte, traz versões de clássicos de outros grandes artistas da música como Depeche Mode (Personal Jesus), Bob Marley (Redemption Song), entre outros.

A versão de Hurt que Cash magistralmente coloca no quarto de seu American Recordings tem parte de sua letra alterada, pois a original de Reznor contém referências profanas, e Cash a torna uma referência a Jesus, um exemplo é a troca de "crown of shit" para "crown of thorns". A cover é aclamada e alcança grandes posições nos principais charts daquele ano e recebe diversos prêmios da crítica americana. O próprio autor da música, Trent Reznor refere-se a ela como sendo uma recriação de sua música "...because that song isn't mine anymore...".

O vídeo promocional, lançado em 2004 ganhou o prêmio de melhor curta para uma música e a casa que aparece nele é onde Cash viveu por 30 anos e infelizmente destruída por um incêndio em 2007. Veja o vídeo e se emocione com a belíssma recriação de Hurt, com o Man In Black Johnny Cash.


Ricardo Camilo

4 comentários:

  1. Desde a primeira vez que ouvi a cover do Mr. Cash sempre derramo lágrimas!

    ResponderExcluir
  2. Este clipe é incrível, muito bem produzido. Mistura imagens do Cash jovem com o Cash mais velho. Aliás, o Cash mais velho me fez lembrar do Jack Lemon ou do Paulo Autran. É um clipe que possui muitos simbolismos...
    Belo post...

    ResponderExcluir
  3. É como se ele tomasse posse da música e a utilizasse para contar um pouco da sua história e das coisas erradas que ele fez no passado "My empire of dirt". O video é lindo, sensível e mostra um Cash totalmente triste pela morte da sua amada June! Lidi, eu também me emociono cada vez que eu vejo isso! E admiro muito mais a trajetória desse cara!

    ResponderExcluir
  4. Esse clipe foi a despedida do lendário Jhonny Cash, a música não podia ter ficado melhor, um belo exemplo de como um cover pode se tornar melhor que a original, principalmente na voz de Cash..sensacional e emocionante sempre.

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!