0063 - Mary Had A Little Lamb - Paul McCartney & Wings [1972]

Dentre todos os quatro ex-beatles, Sir Paul McCartney sempre foi o que mais despertou nos fãs da banda de Liverpool aquele famoso sentimento de "vergonha alheia".

McCartney, ao contrário dos outros dois compositores de mão cheia do grupo, afastou-se do que poderíamos chamar de lado sofisticado do legado beatle. Enquanto Lennon e Harrison partiram pra produzir grandes libelos musicais poéticos como Imagine e All Things Must Past em carreira solo, o homem do baixo Hofner fundou uma nova banda e enveredou por um caminho mais comercial, pop, eclético, e despretensioso.

Foi nesse clima meio "chicletão hippie anos 70" que surgiu o "cover" de Mary Had a Little Lamb *. A dita é uma canção folclórica norte-americana datada do século XIX, baseada num poema da escritora Sarah Josepha Hale, uma espécie de "atirei o pau no gato" yankee.


Depois de ter o seu single politizado Give Ireland Back To The Irish praticamente banido dos principais meios de comunicação e divulgação musical do Reino Unido no início de 1972, incluindo a Radio BBC, McCartney resolveu contra-atacar apelando pro deboche e ironia produzindo o dito "cover" inusitado**.

Deixando de lado o, digamos, pouco valor histórico do registro musical, o cover posta-se como um grande exemplo de excelente trabalho melódico, no melhor estilo das silly love songs mccartianas, desenhando um daqueles refrões grudentos que ficam reverberando involuntariamente por um bom tempo na nossa cabeça, marca registrada da carreira solo do ex-beatle.


Mas enfim, a grande conclusão a que se chega vendo esse cromaqui, esse povo de macacão, esses mullets, a exímia habilidade e talento da senhorita McCartney nos bongos, é que, assim como no mundo dos originais, no mundo dos covers tudo é possível.

* curiosidades: - Thomas Edison recitou a primeira estrofe do poema para testar sua invenção, o fonógrafo, em 1877, transformando-a no primeiro regist(r)o de áudio a ser feito e reproduzido com sucesso. Em 1923, Henry Ford, amigo de Edison, transportou de Sterling, Massachusetts, para o terreno da Wayside Inn, uma construção que se supunha ser a escola originalmente citada no poema. - Stevie Ray Vaughan tem um blues da música Mary Had a Little Lamb no seu álbum Texas Flood, que foi "feita" pelo Buddy Guy. (Wikipedia)

** Contradizendo o que disse à época, tempos depois o ex-beatle negou que a intenção fosse ironizar o boicote, afirmando que a música tinha sido feita antes do banimento do single anterior.

Alexandre

3 comentários:

  1. Boa.

    Eu já tinha cogitado esta música para postar aqui. Mas havia pensado nas versões do Buddy Guy e SRV, que você citou.

    Essa do Macca, eu não conhecia...

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito, mas ainda gosto mais da versão do Steve Ray Vaughan...mesmo assim, valeu^^

    ResponderExcluir
  3. Oi! Valeu por add eu já coloquei um link do seu blog no meu e já estou seguindo! Espero sua visita! Bjs
    http://battleofsongs.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!