0090 - Suicide Is Painless - Manic Street Preachers [1992]

MASH (sigla para Mobile Army Surgical Hospital) é um dos meus filmes preferidos de todos os tempos. Essa comédia de guerra, lançada em 1970, foi o primeiro trabalho cinematográfico do diretor Robert Altman, um dos maiores representantes do cinema independente mundial, e trouxe no elenco nomes até então desconhecidos, como Donald Sutherland, Elliott Gould e Tom Skerritt. Nos créditos iniciais desta obra-prima, a canção Suicide Is Painless anunciava o que o espectador presenciaria: "The only way to win is cheat", diz um de seus versos. Com letra escrita pelo filho de Altman, Mike, de apenas 14 anos de idade, e música de Johnny Mandel - a quem é atribuída a interpretação da canção -, Suicide Is Painless também é tema da série televisiva homônima, que durou 11 temporadas.


Em 1992, a banda galesa Manic Street Preachers gravou a cover de Suicide Is Painless para um álbum de caridade da National Spastics Society (Sociedade Nacional de Espasmos). Para quem conhece o Manics (forma pela qual a banda costuma ser referenciada), não é de surpreender que a versão seja tão boa quanto a original. Enquanto o coro comandando por Johnny Mandel canta as dores de uma geração às voltas com a guerra (da Coreia, no contexto do filme, e do Vietnã, na época das filmagens), o vocal de James Dean Bradfield expira as incertezas da juventude do início dos anos 1990 - a mesma que encontrou em Kurt Cobain a figura de ídolo e (anti)herói -, que vivenciava outros conflitos à época, como no Iraque e nos Balcãs.

Anômima

Um comentário:

Comente aqui!!!