0128 - Borderline - Duffy [2008]

Momento “Nelson Rubens” do 1001 Covers...

As últimas notas que vieram diretamente de Paris nos relatam que a rainha do pop, Madonna, tem controlado de perto as ações do seu atual namorado, o modelo brasileiro Jesus Luz. Recentemente, Madonna proibiu o modelo (e também DJ) de ficar próximo da atriz Lindsay Lohan. Ao que consta, esta ação coibitiva se deu após Lindsay ter "grudado" no rapaz enquanto discotecava numa boate da capital francesa.

Fofocas à parte, a verdade é que Jesus Luz (23 anos) nem era nascido quando Madonna fazia sucesso no mundo pop com Borderline. Quarto single lançado pela então material girl de 26 anos de idade, Borderline foi um grande sucesso dos anos 80. Foi graças a ela que Madonna conseguiu seu primeiro Top 10 nas paradas de sucesso norte-americanas em Março de 1984 (quase 26 anos atrás). A canção que fala de um relacionamento com alguém que nunca consegue satisfazer ou amar o outro completamente e que de tabela precisa aturar uma crise de ciúmes, parece que vem bem a calhar para o atual clima do casal Madonna e Jesus.


Mais comportada (e nada "papa-anjo") é a galesa da nova safra de artistas “soul-pop-retrô”, a cantora e compositora Duffy. Quase não se vê Duffy numa notícia de tabloide ou coisa parecida. E ao contrário de Madonna, Duffy gosta de homens mais velhos do que ela. Segundo consta, a loirinha namora atualmente o jogador galês de rubgy Mark Phillips, de 28 anos (a cantora galesa tem 25).

No entanto, o que todo mundo quer mesmo é ouvir Duffy soltar sua bela voz. Em 2008, Duffy explodiu nas paradas de sucesso do mundo inteiro com Mercy, vendendo logo de cara 500 mil cópias nos EUA. No mesmo ano, Duffy gravou para a BBC uma cover de Borderline. No melhor estilo “quem sabe faz ao vivo”, Duffy não larga o papel com a letra da música. Numa jam session mais do que bem improvisada, Duffy (e os músicos que a acompanham) mandaram uma versão bem swingada e puxada para soul funk – bem menos pasteurizada do que a versão dance-pop original.

Persiolino

3 comentários:

  1. Gostei dessa, ficou bem legal. A Duffy tem carisma, não?

    ResponderExcluir
  2. sabe q a voz dela aqui me lembrou a da madonna nessa época da música... gostei bastante também!

    ResponderExcluir
  3. Na época do lançamento da original, eu era um pouco mais radical e implicante com coisas de fundo muito pop.

    Mas a verdade é que os dois primeiros álbuns da Madonna tem muita coisa boa, e essa faixa em particular, nostalgias à parte, é muito bem feitinha. Uma pérola pop.

    Infelizmente, aqui no trabalho não tenho como ver os vídeos, então não posso dar minha opinião sobre a versão.

    Vou tentar ver em casa...

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!