0129 - Por Enquanto - Cássia Eller [1990]

A Legião Urbana foi uma das grandes bandas nacionais dos anos de 1980/90. Talvez as letras de Renato Russo não sejam tão originais, talvez a banda não tocasse (não sabia tocar) absolutamente nada, mas marcou toda uma geração e ganha novos fãs nas gerações atuais...

Acredito que isso deva ocorrer pelas influências da banda, como Joy Division (essa música que coloco aqui tem um tecladinho muuuuito Joy Division, nooossa!), The Cure, The Smiths etc. Essas bandas influenciaram a geração Coca-Cola de Brasília que procurava mostrar que havia rock no Planalto Central, e como havia: era efervescente o movimento do rock por lá: Plebe Rude, Paralamas do Sucesso, Capital Inicial entre as que são mais conhecidas até hoje.

Legião marcou minha pré e adolescência, talvez porque essas letras inspiradas em bandas britânicas tinham tudo a ver com a minha adolescência e de todo mundo e ainda tem a ver com essa fase da vida, por isso é tão atual e a banda tão ouvida e querida (e guardada com carinho). A música que coloco aqui, como já disse, é muito Joy Division, principalmente o comecinho que tem um teclado e um efeito que não sei identificar, mas parece como se cortassem a gravação e começassem de novo... não sei se se faz isso com bateria eletrônica...

Músicos, deixem a informação pra nós aqui nos comentários!


Cássia Rejane Eller era carioca, mas morou na Capital Federal, onde fazia shows em bares e se influenciou, de alguma forma, com o som da turma da colina do rock de Brasília, como a Legião Urbana. Cássia Eller gravou Por Enquanto no seu primeiro cd, de 1990, lá também consta uma cover de Eleanor Ribgy, dos Beatles.

Aos poucos sua carreira foi decolando, graças ao timbre grave da voz e o repertório inspiradíssimo: do rock ao samba de raiz, com um certo estilo blueseiro. Além de suas composições próprias, sempre marcantes, e várias coautorias com Nando Reis, por exemplo.

(Nesse quesito é difícil dizer se uma música da dupla Cássia e Nando quando gravada por um ou outro pode ser considerada cover, já pensaram? Se ela grava primeiro, por exemplo, Relicário e o Nando grava depois é um cover da Cássia?? rss difícil... rs).

Sua carreira foi impulsionada por esta cover da Legião e por abrir o Rock in Rio 2 na noite de R.E.M. e Foo Fighters, além de cantar Smells Like Teen Spirits e dar um beijo de aniversário em um ex-Nirvana (David Grohl, que adorou a versão dela para a música da sua ex-banda).


Cássia fez várias covers durante sua breve vida. Algumas dessas podem ser ouvidas/assistidas no seu cd/dvd Acústico MTV, de 2001, (covers de Beatles, Mutantes, Chico Buarque... vejam o ecletismo e o bom gosto) inclusive de Por Enquanto:


Infelizmente, no mesmo ano do Acústico e o grande sucesso que ele trouxe ainda mais à carreira de Eller, ela veio a falecer de infarto do miocárdio no finalzinho daquele ano, deixando uma grande lacuna na música nacional, seja pela grande cantora, compositora ou profissional que era.

Menina Enciclopédia

2 comentários:

  1. Eu, particularmente, nunca fui muito fã da Cássia Eller, embora entenda sua posição no cenário musical brasileiro. Então, fico com a versão original.

    Já a Legião, considero de grande valor, pelo menos até o quarto disco. Depois acho que a coisa deu uma desandada.

    O disco de estréia deles, que traz "Por enquanto", acho um primor. Lembro que quando o comprei, um pouco depois do lançamento, não conseguia me cansar de ouvir.

    Sem dúvida um álbum eterno, seja pela qualidade do conteúdo, seja pelo que significou em termos históricos para a música jovem no Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro essa música nas duas versões. Ambas me emocionam, principalmente na parte "agora tanto faz, estamos indo de volta pra casa". Vai saber porque, nunca fiquei nem meses fora de casa hehe...
    Felizmente consegui ver um showzaço dela, este do acústico :)

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!