Trash Covers - A bagaceira está no ar!

Há um tempo eu venho pensado nesses belíssimos covers/versões que existem por aí... poderiam entrar no Covers for Fun, mas não são divertidos, são de dar raiva de ter ouvidos bons! Conversando com Persiolino e Garotanohall lembramos de várias coisas realmente trashes!

Mas o que seria do nosso blog se tudo fosse flores? Não, tem que ter o espinho! Tem que fazer a gente sofrer um pouquinho!

As piores covers do mundo já foram feitas e muitas ainda irão aparecer. Versões de músicas em português, no original inglês, são comuns, principalmente desde a jovem-guarda que transformava Girl em Meu Bem ou All My Loving virava Feche Os Olhos...

Nunca me conformei! Quando descobri as letras originais, que não tinham absolutamente nada a ver e que a maior parte das pessoas pensa que se trata da mesma música, que traduziam a letra original para que todo mundo pudesse entender. Achei isso uma verdadeira heresia com os Beatles.

Sei muito bem que gerações cantaram e dançaram com essas versões e foram felizes com elas, mas eu sou assim mesmo, mais que perfeccionista... chata mesmo.

Daí que fiquei ainda mais interessada em aprender inglês, eu só tinha 11 anos... eu queria saber a letra original e não a versão que nada tinha a ver com a raiz da questão. Era simples meu exercício, pegava um disco de vinil e via lá os autores originais, a maior parte das músicas e autores não eram nacionais, se você aí ainda tiver algum disco do Balão Mágico em casa, dê uma olhadinha... pode ser de qualquer banda infantil, até da Xuxa.

Todas são versões de músicas são italianas, inglesas e, principalmente, são hispânicas. Vai ter lá no seu bolachão: "nome original, autor original e versão de...". Muitas eu tentava traduzir para ver se tinha algo a ver, e lá ia eu pegar meu Collins de bolso. Se sua mãe, tia, avó tiver os primeiros discos do Roberto Carlos, também vai ver isso por lá...

Décadas e décadas de músicas arrasadas, compositores que não sei com deixaram acabar com suas melodias em letras tão pobres e nada a ver... só o dinheiro comanda?

Mas, não é só isso! A coisa fica ainda pior se você pensar nas versões em ritmo sertanojo, axéexu, pagocitode e forrobodó. Imagine Spending My Time do Roxette na versão forrobodó... se era de "perder o tempo" a original pra muita gente, imagine quando vira Na Hora De Amar (Insensível). É melhor ser insesível a ouvir isso...

Ou a praga do momento de I Wanna Know What Love Is para Foi Você Quem Trouxe... como meu estômago e meu cérebro estão conseguindo fazer isso?? não sei... só sei que não aguento nem a versão original... é insuportável...

Quando coloquei aqui a música dos Incríveis, primeiro fiz a pesquisa sobre a letra original e como tinha a ver, mantive... por mais bonitinha que a versão fique não dá para não se irritar com "Hey Jude não fique assim / Sabe a vida ainda é bela" grrrrr!!!

Há um post muito controverso aqui no nosso blog: Astronauta De Mármore, e todo mundo pode falar mal aqui, como vocês colocaram este se você mesma está falando mal de outras versões? Bem, como eu disse, ele é muito controverso aqui entre os blogueiros. Sempre entra na roda da discussão e acredito que esta postagem também vá ser...

Este post que acabei de citar pode ser considerado um que está na linha mais tênue entre o que eu, você e outras pessoas que leem aqui podem pensar entre: versão cover legal, trash ou até for fun.

Sempre vamos lembrar de coisas trashes que não vão conseguir entrar no For Fun, e não pretendemos maltratar nossos leitores com essa tristeza toda, mas ela teriam que ter seu espaço aqui, elas nos bombardeiam diariamente, é só andar pelo centro comercial de seu bairro ou cidade, uma lotação, um celular que é usado como rádio para dar inveja do mal gosto do dono.

Não vou machucar muito nossos ouvidos, mas vou mostrar uns exemplos que muita gente vai lembrar: O João Penca E Seus Miquinhos Amestrados fizeram uma versão para esse Feche Os Olhos do Renato E Seus Blue Caps que realmente arrasou com toda a jovem-guarda...e eles também resolveram fazer sua versão para as músicas internacionais... já que é pra avacalhar, vamos pegar pesado!

A Hebe a-do-rou, achou uma gracinha!


Uma mais bonitinha, vai, quem lembra de Luan E Vanessa? Essa, até nós aqui do blog andamos lembrando (rs).


A versão original? Bem, de 4 Semanas De Amor, vamos pra Sealed With The Kiss igualzinho, ? A primeira gravação é de 1960, feita por The Four Voices, não conquistaram muito sucesso, a música só se tornou popular em 1962 com Brian Hyland. E daí para ganhar novas covers e versões - foi um pulo!


Chega! Já maltratei demais vocês e a mim!

Menina Enciclopédia

2 comentários:

  1. Oi Menina. Estava inspirada, hein?!

    Infelizmente, não consigo assistir aos vídeos aqui no trabalho, mas imagino que você estivesse se referindo, em relação ao João Penca, ao "S.O.S. Miquinhos (Merdley)", que é uma puta zoação com as músicas originais ("Namoradinha de um amigo meu", "I should have know better", "Não tá com nada", "Feche os olhos", "Rua Augusta", "Yellow River", e outras). Até hoje eu morro de rir com algumas partes. Incrível como nunca me passou na cabeça citar essa como cover aqui. Acho que, com as letras alteradas, a coisa meio que passou a ser deles.

    P.S.: A versão de Hey Jude do Kiko Zambianchi, realmente é meio irritante.

    P.S.2: Eu não desisti de vocês não. Tenho sido acometido por uma certa falta de tempo (e, por que mentir, por uma certa preguiça também), mas sempre estou pensando no assunto. Embreve volto com uma batelada de textos novos.

    ResponderExcluir
  2. "O seu nome eu escrevi
    Na carteira
    A ponta do lápis quebrou
    Cadê o apontador?
    Foi parar na lixeira
    Do diretor"
    Esse era o nosso cover do cover do Luan e Vanessa na escola! :)

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!