0145 - Honey Pie - The King's Singers [1986]

Eu sempre fui um fã daquelas canções pequenas, simples, melódicas e classudas que Sir Paul McCartney produziu na, digamos, "fase madura" dos Beatles. No período de 1966 a 1969, fazendo um contraponto aos seus próprios pop hits e aos petardos ácidos, lisérgicos e irônicos do parceiro John Lennon, nosso caro baixista escreveu um pequeno rol de grandes pérolas melodiosas que exalavam um trabalho de cronista de almas românticas, desajustadas e solitárias.

Dentre essas canções, podemos destacar Honey Pie, elencada no álbum The Beatles, de 1968. Uma "mini-crônica sonora" ao estilo dos anos 40 sobre uma moça nortenha inglesa da classe trabalhadora que parte rumo aos Estados Unidos em busca de fama e se torna uma atriz do cinema hollywoodiano.

Paul fala sobre a música em sua biografia editada por Barry Miles:

"Ambos John e eu tínhamos uma grande paixão pelo music hall, que os americanos chamavam de vaudeville… Eu gostava muito daquele estilo antigo de crooners, aquela voz estranha que usavam, então ‘Honey pie’ era eu escrevendo como um deles para uma mulher imaginária, além do oceano, no cinema, chamada Honey Pie. É outra das minhas canções fantásticas." ("Many Years From Now", via Wikipedia)


O conjunto vocal The King's Singers surgiu no mesmo ano da canção dos Beatles, criado por seis membros de um coral do famoso King's College da Universidade de Cambridge. De lá pra cá, o grupo teve várias formações e membros, fazendo sempre um som à capella que de início focava num repertório tradicional inglês, passando com o tempo a abranger vários estilos musicais.

Em um álbum de covers dos Beatles de 1986, o grupo cravou uma releitura do clássico mccarthiano, aqui numa bela, gostosa e divertida performance recente ao vivo.


A título de curiosidade deixo aqui a versão demo da canção, gravada na casa do George Harrison pouco antes das sessões do famoso álbum branco, e lançada posteriormente no terceiro disco da Antologia dos Beatles.


By the way, eu preciso experimentar torta de mel um dia.

Alexandre

3 comentários:

  1. que gostosinha! eu não conhecia nem com os beatles, muito fofa! :)

    ResponderExcluir
  2. Adoro interpretações do tipo. Lembram música sulista norte-americana.

    ResponderExcluir
  3. muito bom grupo vocal. o Ricardo Camilo iria gostar

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!