Trash Covers - Roberto Carlos e Zezé di Camargo & Luciano - Eu Te Amo

É fato que os Beatles são vítimas de trash covers desde os anos 60. Era moda entre os cantores e bandas da Jovem Guarda, por exemplo, fazer versões dos hits dos Fab Four e transformá-los em hits aqui no Brasil. A maioria dessas versões, analisando agora, eram dignas de vergonha alheia, ainda mais em se tratando de profanar as poesias de Lennon e McCartney transformando-as em versos de gosto duvidoso.

Alguns anos mais tarde a vítima foi essa belezinha de canção escrita por Paul para sua então namorada, Jane Asher, e que fez parte do disco/filme A Hard Day's Night em 1964.


Roberto Carlos fez uma versão para And I Love Her em 1984. A canção, chamada Eu Te Amo ganhou letra em português e em espanhol (Yo Te Amo), tendo sido lançada no disco do Rei naquele ano. Quer dizer, o disco Roberto Carlos de 1984 e a versão em espanhol do mesmo disco em 1985.

Convenhamos que a letra ficou bonita (apesar de simplista), afinal, Roberto tem a sensibilidade e o talento para compor belas canções de amor (no começo dos anos 80 ele ainda estava bastante inspirado, pelo menos). Agora, o arranjo... brega é pouco pra isso. Macca não merecia.


No início dos anos 90 apareceram várias duplas sertanejas numa onda de sucesso do gênero musical nunca antes visto na história desse país. O sertanejo deixou de ser um estilo mais tradicional e começou a ter uma pegada mais pop. Passou a ser comum ouvir essas músicas nas rádios e programas de TV; entre as duplas de sucesso dessa fase estão Leandro & Leonardo, João Paulo & Daniel e Zezé di Camargo & Luciano.

Zezé di Camargo & Luciano lançaram seu primeiro álbum em 1991, no qual, além do famigerado sucesso É O Amor, havia a regravação da versão de Roberto Carlos, Eu Te Amo. A canção, inclusive, entraria na trilha sonora da novela Perigosas Peruas em 1992.

Eu me lembro de ter ouvido bastante essa gravação nas rádios naquele ano. Uma tarde fizeram uma promoção na rádio: tocaram a versão original dos Beatles e pediram para os ouvintes ligarem e adivinharem quem estava cantando. Demorou muito pra acertarem, se é que alguém acertou (não me lembro). Eu confesso que sabia que já tinha ouvido aquelas vozes em algum lugar, mas na época meu conhecimento de Beatles ainda era limitado.

Enfim, acho o arranjo da versão do Zezé melhor que a do Roberto, apesar de isso não ajudar muito - continua sendo um cover infeliz.

Cristina

4 comentários:

  1. Olha Cris...essa eu não me lembrava. Parabéns por resgatar esta pérola do cancioneiro popular brasileiro. Então, concordo contigo que a versão do Rei não é tão ruim assim. Mas o Zeze e o Luciano poderiam ter ficado sem essa. Sempre tem algum louco produtor artístico que faz as duplas "sertanejas" resgatarem este tipo de sucesso. Agora...lembrei de um fato terrível que aconteceu com o Rei anos atrás num especial na Globo... lembra do hit Se Ela Dança Eu Danço do MC Leozinho... lembra do Rei cantando isto no seu especial??? Como diriam os meus amigos Cariocas - Sinisssstro!!!

    ResponderExcluir
  2. Ruim mesmo é aquele do Nenhum de Nós que fez uma som horrive com a musica do Bowie: http://1001covers.blogspot.com/search/label/Nenhum%20de%20N%C3%B3s

    ResponderExcluir
  3. Particularmente, não acho que este cover do Nenhum de Nos seja tão ruim assim se compararmos com os posts do Trash Covers.

    ResponderExcluir
  4. Cara!
    Essa me salvou.
    Sempre achei essa a única música passável de toda a carreira de Zezé di Camargo e Luciano. Agora sei porquê e posso abandonar a versão dos sertanejos de vez.
    Muito obrigado mesmo. =)

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!