0203 - Valerie - Amy Winehouse [2007]

O que existe na água de Liverpool? Por que aquela terra produz tantas bandas boas? Daquele canto do planeta que deu ao mundo os Beatles, Echo & The Bunnymen e Gomez, produziu na última década os Zutons.

Pouco conhecido do público brasileiro, os Zutons tem fornecido ao mundo composições roqueiras que agregam elementos do jazz, funk e soul music que agradam em muito a crítica e o público britânico. Em seu primeiro disco, Who Killed... The Zutons?, lançado em 2004, a banda do vocalista David McCabe chamou a atenção de alguns publicitários que decidiram utilizar a faixa Pressure Point como trilha sonora de um comercial da marca de roupas Levi’s. O segundo álbum dos Zutons, Tired Of Hanging Around, lançado em 2006, foi além do seu antecessor e atingiu o segundo lugar das paradas de sucesso britância. Um dos destaques daquele disco é Valerie, canção que dá um bom exemplo do trabalho feito pela banda: um bom rock misturado ao funk, contrastando o seu ritmo dançante e alegre com a dor de cotovelo descrita em sua letra.


E o que há na água de Amy Winehouse? Como diria minha mãe, é água que passarinho não bebe. Mas artisticamente falando, a cantora junkie inglesa sempre bebeu a água da fonte da música negra norte-americana. Assim como o Zutons, Amy Winehouse sempre chamou a atenção pelo seu talento musical. Sua voz foi comparada à de Sarah Vaughan e Macy Gray. Suas composições se tornaram clássicos, e foram versionadas por diversos artista no mundo inteiro. Entretanto, não só o talento de Amy chama a atenção. Seus problemas com vício em cocaína e outras drogras, somadas aos vexatórios finais súbitos de suas apresentações, tornou a jovem cantora o principal alvo dos tablóides ingleses.

Em 2007, a canção Valerie chamou a atenção do descolado Mark Ronson. Produtor do segundo e mais exitoso trabalho de Winehouse, o disco Back To Black, Ronson lançou naquele ano o excelente Version, onde excelentes canções do pop inglês foram cuidadosamente arranjadas para diversos artistas de diferentes estilos musicais. Foi assim que a Valerie dos Zutons ganhou novos contornos: metais e swing devidamente acentuados e grande sensibilidade musical ao acertar na escolha da voz de Amy para gravar esta releitura.


E se as águas deste mês de Janeiro permitirem, Amy fará uma única apresentação em São Paulo no dia 15 de Janeiro próximo e quem sabe, se o show não terminar antes do previsto, os espectadores poderão ver e ouvir a esta excelente cover e outros sucessos.

Persiolino

3 comentários:

  1. A cultuta ganhou mais um espaço. O site Los Burrachos: http://www.losburrachos.com.br/
    Espero você e seus seguidores no meu blog: http://visaodeumburrachosolitario.blogspot.com/
    Abrax. Inté.

    ResponderExcluir
  2. eu não conhecia a versão original dos zutons rs gostei!

    ResponderExcluir
  3. eu pensava q era da própria amy... mas não!!!

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!