0205 - Secret Heart - Feist [2004]

Outro dia comentamos da água de Liverpool e todas as boas bandas e artistas que surgiram daquela cidade inglesa. No post de hoje o destaque vai para a água canadense. Nos últimos anos uma enxurrada proveniente daquela terra trouxe para o mundo da música os alternativos Broken Social Scene, Of Montreal e Hot Hot Heat, a loirinha rock-pop Avril Lavigne e o magnificiente Arcade Fire.

Apesar do grande sucesso mundial alcançado por estes artistas canadenses citados anteriormente, outros ótimos artistas daquele país são mais reconhecidos apenas localmente. E este é o caso de Ron Sexsmith.

Nascido próximo a região das cataratas do Niagara, Ron durante sua adolescencia mudou-se para Toronto – cidade que revelou o Rush e o Cowboy Junkies – e montou aos 14 anos de idade sua primeira banda de rock. Desde então o cantor e compositor canadense vem produzido melodias de qualidade que quase sempre são aclamados não só pela crítica especializada, mas também por outros artistas como Rod Stewart, Paul McCartney e Elvis Costello – este último se tornou grande amigo de Ron principalmente após a publicação da foto de Elvis na revista Mojo segurando o primeiro CD de Ron.

Aliás, o primeiro CD de Ron, o homonimo Ron Sexsmith de 1995 traz uma das baladas mais bonitas que conheci nos últimos tempos, Secret Heart. Essa é uma daquelas canções de três minutos e pouquinhos que você ouve e se apaixona a primeira audição dada a sua melodia leve e simplicidade poética.


Conheci esta balada por intermédio de outro artista canadense, a também cantora e compositora do 1, 2, 3, 4 Leslie Feist. Desde que ouvi Feist pela primeira vez, tenho, sempre que posso, tentado desvendar um pouco mais a respeito de sua carreira. Foi num desses momentos de pesquisa que descobri Let It Die, segundo disco de Feist, lançado em 2004, que traz a regravação de Secret Heart. Como muitos, o primeiro disco da Feist que ouvi foi ótimo Reminder, que traz o sucesso 1 2 3 4. Mas para mim Let It Die é um disco mais coeso e com um apelo pop maior que Reminder. De letras mais pegajosas e melodias singelas que prevelegiam o talento vocal, fizeram com que Let It Die se tornasse o meu preferido de Feist.

Além da cover de Secret Heart, Feist também regravou para este disco a canção Love Inside And Out dos Bee Gees já publicada aqui.

A versão de Secret Heart apresentada a seguir, com Feist e sua guitarra "furiosa", foi gravada durante apresentação feita em 2005 na cidade Paris, durante a turne de Let It Die.

Persiolino

3 comentários:

  1. Ron Sexsmith é mesmo muito legal! Já que você falou dele, Persiolino, por que não incluir aqui no 1001 covers a versão excelente de "Reason to Believe"? Famosa na voz de Rod Stewart, foi composta por Tim Hardin. A original é fácil de achar (http://www.youtube.com/watch?v=-bW6VZi0ICs). Infelizmente a cover do Ron Sexsmith é mais complicada, já que apareceu apenas uma coletânea chamada Bleeker Street. Mas vale a garimpagem.

    ResponderExcluir
  2. Bruno, valeu pela dica. Vou garimpar e se não achar vou tentar colocar o mp3 no YouTube...
    Vamos ver se achamos.

    ResponderExcluir
  3. acabo de me apaixonar por esse cara... a voz e o estilo me lembraram o jeff buckley... vou correndo atrás da discografia dele!

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!