Covers For Fun - Je Taime (Moi Non Plus) - Judge Dread [1975]

Je Taime (Moi Non Plus), gravada por Serge Gainsbourgh e com gemidos de Jane Birk, em  1969. É, na verdade, uma segunda versão da música, na primeira versão (1967), só "descoberta" em 1986, a "gemedora" era nada mais nada menos que Brigitte Bardot, a música foi primeiro lugar no Reino Unido e banida em vários países - como no Brasil - por seu "conteúdo impróprio"...
im, essa música é histórica. 

Pessoas que viveram à época me disseram que compravam esse disco escondido, por exemplo, você queria esse disco e o dono da loja colocava numa capa de outro artista e vendia o disco assim, jeitinho brasileiro sempre!

Serge é um grande cantor e compositor francês, mas acabou "marcado" por conta dessa música... No Brasil, se você perguntar quem é Serge Gainsbourgh, é só dizer é o cara do je taime, sabe? Nunca ouviu?? Ouça agora:


Estava eu em mais um dia duro de trabalho quando, entre muitas mesas de escritório, numa parede estava falando da morte desse cantor e a manchete dizia algo como: "morre o maior cantor de reggae da Inglaterra, que vendeu mais discos que Bob Marley por aqui".

Fiquei intrigada, tentei ler a reportagem... mas faltava data na notícia que era uma fotocópia de jornal. Fui pesquisar e descobri que Alexander Minto Hughes, nome verdadeiro, foi o primeiro inglês a ter um sucesso tocado na Jamaica e que inúmeras foram as suas músicas banidas pelas rádios...

Nasceu em Kent, cidade próxima a Londres, e passou sua adolescência morando em Brixton (ohh, o temido bairro na época, hoje um bairro muito legal com mercado de rua e muito lazer), sudoeste da capital inglesa. A partir dessa época começou a ouvir ska e reggae e mais tarde veio a se apresentar em clubs e trabalhar como DJ na rádio do mesmo bairro.

Em 1972, pela Trojan Records grava Big Six, que chega ao número 11 da parada de singles inglesa e vende trezentas mil cópias do bolachão. Mal visto por muitos, era um grande fanfarrão, fazia versões de baixo calão para músicas infantis, daquelas que aprendemos no prezinho. Imagine um "o sapo não lava o pé" em versão reggae e cheia de segundas intenções...

Por outro lado, era um excelente compositor, a lenda conta que Elvis Presley iria gravar uma música composta por Dread, mas Presley morreu antes de gravar, seria uma música de Natal que Elvis dedicaria à filha. Dread também organizou shows para a arrecadar dinheiro para as vítimas da fome na Etiópia, contando com The Waillers no concerto. Como bom fanfarrão também fazia covers a sua moda, como essa histórica música de Serge Gainsbourg:


Dread morreu em 1998, aos 53 anos de ataque cardíaco.

Menina Enciclopédia

2 comentários:

Comente aqui!!!