0236 - Suspicious Minds - Fine Young Cannibals [1985]

Elvis Presley, o rei do rock, apareceu algumas vezes por aqui em fases diversas.

Infelizmente morreu jovem, aos 42 anos de idade, um grande astro, uma grande voz. Infelizmente morreu em decadência, cantando em cassinos de Las Vegas e tomando vários remédios e drogas... estava sem controle...

Elvis Aaron Presley nasceu no Mississipi, em Tupelo, e somente aos 13 anos de idade mudou-se para Menphis, no Tennesse, onde criou raízes com a música gospel, erudita, country e o R&B. Como cresceu no sul dos Estados Unidos, soube o que era o preconceito e também quando isso é superado - por conta de um furacão que passou pela região e as pessoas resolveram se ajudar e esquecer "as diferenças". Chegou a ganhar prêmios como calouro em feiras de cidades, seu pai o acompanhava com o violão, mas só em 1954 Elvis gravaria seu primeiro compacto simples (aquele disquinho de uma música de cada lado) e aos poucos irá se tornar um sucesso por todos os estados de seu país...

E em 1956 já era conhecido fora dos States e se tornou o primeiro grande astro da música, acaba, com isso, muito odiado por brancos que o veem como um branco pobre sulista que canta música de negros; e negros que não gostam de ver suas melodias na voz de um branco.

É datada de 1957 a famosa apresentação no Ed Sullivan, em que Elvis só apareceu nas TVs, recatadas das famílias norte-americanas, da cintura para cima e ainda deixou Ed mal humorado quando Presley cantou uma música gospel em homenagem à mãe - que faleceria no ano seguinte enquanto Elvis estava na guerra da Coreia...

A partir de 1960 começa a fase dos filmes, aqueles que, quem tem por volta de mais de 30, via na Sessão da Tarde quando criança... e as músicas dele caem de qualidade, só voltando a fazer bonito em 1967 com o álbum How Great Thou Art, com o qual ganhou um Grammy. O cantor foi se afastando dos grandes shows, só se apresentando em Las Vegas, mas a crítica especializada considera que ele ia bem musicalmente. Como em 1969, com Suspicious Minds, a música dessa postagem:


A partir dos anos de 1970 a vida e carreira de Elvis não foram mais as mesmas (alguns dizem que a vida dele não foi a mesma desde 1958 com a morte da mãe). Ainda receberia um Grammy em 1974 e, em 16 de agosto de 1977, há quase 34 anos, Elvis partia dessa, e espero que pra uma melhor. Com a pesquisa que fiz sobre ele descobri uma coisa que não sabia: que ele teve álbuns voltados para o gospel que foram muito bem vistos pela crítica... como a gente aprende...sempre...

Como muitas vezes acontece, conheci primeiro a cover e depois soube que a música era do Rei...

O Fine Young Cannibals começou em 1984, em Birminghman, Inglaterra. O nome da banda foi inspirado num filme dos anos de 1960 All The Fine Young Cannibals, estrelado por Robert Wagner (mais conhecido como Mr. Hart do Casal 20 ) e Natalie Wood.

A banda teve dificuldades para conseguir uma gravadora, até que o vídeo da música Johnny Come Home apareceu na TV e lançaram, em 1985 o single desta canção mais o cover do qual falamos aqui. O single deu passagem para que o primeiro disco da banda se concretizasse com o criativo nome de Fine Young Cannibals.

A banda realmente só ficou famosa com o segundo álbum, The Raw & The Cooked, no qual estão as canções She Drives Me Crazy e Good Thing. O Fine Young Cannibals terminou em 1992, retornaram com turnê e um CD de sucessos em 1996.

Menina Enciclopédia

2 comentários:

  1. Essa cover é a cara do pop dos anos 1980!

    ResponderExcluir
  2. sim, total anos 80 rs até o estilo do clipe e a versão da música

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!