0258 - The Passenger - Siouxsie And The Banshees [1987]

James Newell Osterberg Jr. um dia foi um roqueiro de uma banda punk rock, The Stooges, hoje faz comercial de seguro de carro com seu clone.

Mas voltando a carreira original desse senhor que nasceu em Michigan em 1947, que começou a tocar bateria na High School e, quando foi pra faculdade, em Chicago, começou a frequentar e tocar bateria em clubes noturnos da cidade, descobriu o blues e inspirado por MC5 e The Sonics, cria a banda The Psychedelic Stooges, lá ele começa a ser chamado de Iggy Pop. Ele começa a se apresentar inspirado nas performances de Jim Morrison - Iggy assistiu aos Doors em 1967 num show na Falculdade de Chicago.

Em 1968 assinam com a Elektra e gravam o primeiro disco, apenas com o nome de The Stogges. Dois álbuns depois, a banda se desfaz por conta do vício heroína de Iggy. David Bowie é quem, depois de conhecer Iggy, reúne o Stooges para shows na Inglaterra. O problema com drogas irá persistir e Bowie será sempre o amigo próximo a apoiar Pop. Dessa colaboração de Bowie, surgem os primeiros discos solo de Iggy.

O segundo álbum, Lust For Life, de 1977 , que contém a música dessa postagem, conta com Bowie no backing vocals originalmente:

(Vejam a situação da pessoa para cantar essa música em Manchester... só Bowie salva!)

Enquanto Iggy cantava com Bowie no seu segundo álbum solo, Siouxsie And The Banshees começam sua carreira, mais exatamente em 1976. Começou apenas com Siouxsie Sioux (ou Susan Ballion) nos vocais e Steven Severin na guitarra, mais tarde foram incorporados Steve Havoc (baixo), Marco Pirroni (guitarra) e... Sid Vicious na bateria.

Um assistente de Malcom McLaren os viu tocar no Club 100 (Oxford Street) de Londres e logo passaram a abrir as apresentações do Sex Pistols pela Inglaterra. Considerada uma banda pospunk, Siouxsie e os Banshees tiveram uma carreira de grandes altos nas paradas, principalmente, britânicas. Em 1982 e 83 Robert Smith do Cure se apresentou com a banda quando precisavam de um guitarrista e como Robert era grande fã da banda não pensou duas vezes.

O grande sucesso no Top 100 americano só veio em 1986 com Cities In Dust. No álbum de 1987, Through The Looking Glass, inseriram a cover de The Passenger.


A banda terminou oficialmente em 1996; Siouxsie e Steven trabalham em outros projetos.

Há uma (trash?) cover feita pelo Capital Inicial, que muita gente deve conhecer como a primeira que ouviram na vida e acharam que era a original...


Não me lembro se foi meu caso, acredito que eu achava que a original era Siouxsie... ouvia muito aqueles programas da finada 89FM (finada no quesito rock) de clássicos do rock... ouvia o da manhã, o da tarde e o da noite que até quem apresentava era o Edgar Piccoli da ex-MTV, antes da MTV... uau... quanta história! Lembro de muitas vezes ouvir no walkman o programa da noite e dormia com ele no ouvido, quando acordava, acordava com alguma pérola... bons tempos...

Foi assim que conheci Smiths, Cure, Siouxsie, Stooges e tantas bandas...

Menina Enciclopédia

3 comentários:

  1. Re, depois de ouvir esta cover e compará-la com a original, gostei mais da cover!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto da versão em português do Capital Inicial, não vou mentir :-P
    Aliás, a banda do Dinho Ouro Preto era boa, depois que eles começaram a fazer umas músicas, sei lá, "estranhas".

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!