0277 - Higher Ground - Red Hot Chili Peppers [1989]

Stevland Hardaway Morris nasceu em 13 de maio de 1950 de forma prematura. Por esta condição, tornou-se cego horas após o nascimento. Isso não foi empecilho para que ele, ainda na infância, aprendesse a tocar piano, gaita, bateria e baixo, além de participar do coro da igreja que sua família frequentava.

Sua genialidade musical começou a chamar atenção cedo, tanto que, aos 11 anos, assinou seu primeiro contrato com a Motown, onde permanece até hoje. Naquela época, ele era conhecido como Little Stevie Wonder, até 1964 - quando tirou o "little" do nome artístico e passou a ser o grande Stevie Wonder. Seus primeiros discos já chamavam a atenção pela voz e musicalidade, tanto sucesso que chegou a participar de filmes.

Seus trabalhos na década de 1960 fizeram grande sucesso, mas a década de 1970 é considerada o ápice de sua carreira, principalmente seu álbum Superstition de 1972, um clássico da soul music.

Stevie é considerado o maior artísta da década de 1970: só ele participou de uma jam session com ex-Beatles, tocou num festival na Jamaica com os três integrantes originais dos Wailers (antes de eles serem os Wailers) e ainda sofreu um acidente de carro (1973) no qual ficou em coma por quase uma semana, perdeu parcialmente o olfato e temporariamente o paladar!

Paul Simon, no Grammy de 1976, ao ganhar o prêmio de melhor álbum, disse ter ganho porque Stevie não tinha lançado um novo álbum naquele ano. No disco de 1973, Innervisions (3 grammies, inclusive o de melhor álbum, não é Paul?) , está Higher Ground.


Na década de 1980 Wonder teve mais sucesso de público e de vendas, participou de álbuns de outros artistas (com Paul McCartney e Michael Jackson), fez trilhas sonoras de cinema e ganhou até um Oscar pela música I Just Call to Say I Love You, do filme bobo A Dama de Vermelho (1984).

E é ele na gaita nas canções There Must Be an Angel (Playing with My Heart) dos Eurythimics e I Guess That's Why They Call It The Blues, de Elton John. Além de participar do USA for Africa.

Stevie continua firme e forte como cantor, produtor e ativista politico. Esteve até no RIR, sempre rir (bem, vocês me conhecem...) do ano passado.

O Red Hot Chili Peppers surgiu em 1983, depois de várias tentativas de nomes e formações por seus fundadores Anthony Kiedis, Hillel Slovak e Michael Peter Balzary, o nosso querido baixista australiano, Flea.

Flea era trompetista, ama jazz por influência do padrasto; aprendeu a tocar baixo com Slovak que virou amigo inseparável de Kiedis, infelizmente, até na parceira com as drogas que mataram, Slovak antes de conhecer o sucesso, em 1988.

Kiedis sobreviveu às drogas que começou a usar muito cedo, seu pai trabalhava como ator em HollywoodBlackie Dammet (ou John Kiedis), e foi fácil, como já contou Anthony algumas vezes, ter acesso às drogas, seu pai ficou mais conhecido como traficante do que como ator...Kiedis chegou a trabalhar em algumas séries televisivas quando adolescentes e o "não decolar" como ator o frustrou muito, a válvula de escape? Adivinhem...

Lembro de uma entrevista para a MTV norte-americana em que Kiedis conta sobre esse lado ruim da fama e de como dava altas festas em sua casa ainda adolescente. E também o quanto ele sofreu com a morte do amigo Hillel (é dedicada a ele a música Under The Bridge).

Jack Irons, o baterista até aquele momento, (e que participou da primeira banda de Flea e Slovak: Anthym) não conseguiu superar a morte de Hillel e saiu da banda.

Na posição de Slovak entrou John Frusciante que também acabou tendo problemas sérios com as drogas (não conseguiu lidar com o sucesso mundial de Blood Sugar Sex Magik e saiu da banda). Frusciante era fã ardoroso dos Chili Peppers e sabia tocar todas as músicas dos três primeiros álbuns dos caras, estudava guitarra 15 horas por dia!

Nessa mesma época entra Chad Smith para a vaga de baterista - ele apenas afugentou todos os seus concorrentes à vaga quando começou a tocar e surpreendeu Kiedis e Flea - suas principais influências são John Boham e Keith Moon e mostrou o que tinha ido fazer naquela audição...

Banda completa, lançam  Mother's Milk. Àlbum que muitos consideram um dos melhores da banda e onde está a cover de hoje: bem vista pelos fãs dos Peppers, mal vista pelos fãs de Wonder. A verdade é que uma das grandes influências musicais de Kiedis e Flea é justamente Stevie Wonder.


Os Peppers continuam na ativa apesar dos problemas que tiveram, principalmente com droga e que levou Frusciante ao fundo do poço até voltar à banda no álbum Californication, de 1999. (No álbum One Hot Minute ele foi substituído por Dave Navarro, do Jane's Addiction).

Na minha opinião, o clipe de Scar Tissue é uma mostra de todas as dificuldades que a banda teve até o lançamento de Californication: os integrantes machucados num carro, andando pelo deserto; parece que sairam de uma briga, uma briga interna com eles mesmos para a volta ao topo do sucesso.

Kiedis e Frusciante se mantém sóbrios, Jonh novamente sai em 2007 dos Peppers. Anthony é vegan e participa de campanhas contra as drogas, Flea tem um conservatório musical sem fins lucrativos.

Menina Enciclopédia

4 comentários:

  1. 15 horas de dedicação a guitarra! Santa dedicação Batman

    ResponderExcluir
  2. e ainda teve que vender todas as guitarras pra comprar drogas e o flea q deu uma nova de presente...
    mas o cara é bom! valeu a dedicação! já ouviu os cds solos dele?

    ResponderExcluir
  3. O RHCP conseguiu manter o alto nível da música do Stevie Wonder, hein? Melodia muito boa, ainda bem que não estragaram rs.

    ResponderExcluir
  4. escutem os álbuns solos do John Frusciante, apaixonante!!

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!