0346 - Without You - Mariah Carey [1993]

Quando Mariah Carey se firmava ainda mais como grande estrela da música pop do planeta Terra lá nos idos de 1993, com o seu terceiro álbum de estúdio intitulado Music Box, grande parte do público mundial já nem se lembrava, infelizmente, da ótima banda britânica de rock, nascida em meados da década de 60 em Swansea (País de Gales) chamada Badfinger.

Inicialmente, o Badfinger começou sua carreira como The Iveys e batalharam muito como qualquer outra banda iniciante até conseguir se firmar no mundo fonográfico. Em 1968, o Badfinger conseguiu uma chance no recém criado selo Apple (dos Beatles) e fizeram teste na Abbey Road. Com esta chance, conseguiram chamar a atenção de ninguém menos do que Paul McCartney. Em 1969 eles assinam com a Apple. Para evitar confusões com uma banda mais antiga chamada The Ivy League, por sugestão Neil Aspinal da produtor da Apple, passaram a se chamar Badfinger em referência ao título inicial da música With A Little Help From Friend – que se chamaria Bad Finger Boogie. A banda aceitou o novo nome e partiu para gravar seu primeiro disco de estúdio como Badfinger. Neste disco batizado de No Dice, lançado em 1970, a grande maioria das canções é de autoria da dupla Pete Ham e Tom Evans, respectivamente guitarrista e baixista.

No Dice foi um grande sucesso de crítica e público, puxado principalmente pela qualidade de canções como No Matter What, Better Days e I Don't Mind. Além destas, este disco conta também com a canção Without You. Curiosamente, esta última surgiu devido a dois problemas com relacionamento amorosos vividos por Ham e Evans, segundo fontes pesquisadas na internet.

O primeiro foi vivido por Pete Ham com sua namorada da época, Beverley Tucker. Certa noite, Ham e Beverly estavam saindo para jantar quando Tom Evans disse ter uma idéia para uma nova música. Ham diz a Evans que esta noite não poderia ir para o estúdio pois já se comprometerá a sair com Beverly. Por sua vez, Beverly ouviu a conversa entre os dois e em seguida, ela conta para Pete que seria melhor ele ir para o estúdio com Evans, pois caso contrário, poderia ficar arrependido em não ir. Neste momento, Pete Ham diz a Beverly: “você está sorrindo mais seus olhos estão tristes”. Naquela noite, Ham acabou indo para o estúdio e gravou uma música batizada como Is This Love? A composição escrita por Ham continha os seguintes versos que retratava o epsódio com Beverly: “Well I can't forget tomorrow, when I think of all my sorrow, I had you there but then I let you go, and now it's only fair that I should let you know…if it’s love…”. Porém, Ham não gostou do refrão feito e a canção não foi finalizada.

A segunda história foi vivida por Tom Evans. Durante uma excursão do Badfinger a cidade de Colônia, Alemanha, Tom conheceu a mulher que seria sua futura esposa, Marianne. Inicialmente Tom e Marianne tiveram um relacionamento conturbado. Marianne se mudou para Londres para viver ao lado de Tom. Entretanto, certo dia, Marianne saiu da casa de Tom sem avisa-lo. Ao saber, Tom ficou desesperado e foi atrás de uma amiga de Marianne em Londres para saber se ela estaria lá. No entanto, chegando lá, esta amiga contou que Marianne havia ido para Bonn, Alemanha. Tom imediatamente tomou voo para Bonn e durante a viagem escreveu uma canção chamada I Can’t Live, a qual não foi finalizada totalmente. Porém, esta canção já continha os seguintes versos em seu refrão: “I can't live, if living is without you, I can't live, I can't give any more”.

A junção das duas canções não terminadas de Ham e Evans decorrentes de problemas em relacionamentos rendeu uma nova canção chamada Without You, que se tornou a sexta faixa do disco No Dice.


E você deve estar se perguntando: o que toda esta história tem haver com o disco Music Box de Mariah Carey.

Bom, primeiramente é preciso dizer que a maioria das músicas dos dois primeiros discos de estúdio de Mariah era de sua autoria, sempre em parceria com outros compositores. Porém em seu terceiro disco, justamente o Music Box, Mariah talvez tenha aberto uma exceção. Anteriormente a ele, Mariah havia feito um grandioso sucesso mundial com a regravação do hit setentista I’ll Be There dos Jacksons 5, lançado em seu trabalho MTV Acústico de 1992. Penso que Mariah, muito impressionada com o sucesso desse cover, concedeu uma exceção e decidiu fazer uma regravação de um outro sucesso da mesma época. E a canção escolhida foi justamente Without You...

É bem verdade que Mariah, não se baseou na versão original da banda galesa. Em sua interpretação, Mariah se baseou na versão do cantor norte-americano Harry Nilsson, que regravou Without You e a lançou em oficialmente em Outubro de 1971. A versão de Nilsson contém um arranjo ao piano diferente da original. Nilsson com este cover ficou durante 4 semanas seguidas no topo das paradas norte-americanas e 5 semanas seguidas no topo das paradas britânicas.


Mas, segundo fontes pesquisadas na internet, a ideia de Mariah em gravar Without You surgiu ao acaso, quando estava jantando em um restaurante. Porém outras fontes pesquisadas diziam que Mariah admirava esta música desde criança e daí sua vontade em regravá-la. Independentemente de onde vieram as inspirações de Mariah para fazer o cover, a verdade é que sua interpretação é impecável e se tornou praticamente definitiva, fazendo mais sucesso que as versões do Badfinger e de Harry Nilsson. Quando Mariah a regravou, já haviam se passado 10 anos do fim do Badfinger e por isto, até hoje, muitas pessoas acham que esta canção é mesmo de sua autoria. E infelizmente, este é mais um caso onde os autores originais ficaram praticamente esquecidos pelo grande público e o artista que fez o cover levou todos os louros do sucesso.


Persiolino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!!!