0359 - Little Wing - Sting [1987]

A exceção do Cream, o Jimi Hendrix Experience era o mais poderoso trio de rock de todos os tempos. A combinação perfeita entre a energia e genialidade do vocalista e grande guitarrista Jimi Hendrix alinhada a base rítmica de bateria de Mitch Mitchel e a linha de baixo única de Redding compunham o perfeito equilíbrio sonoro para a musicalidade do Experience.

Axis: Bold As Love (1967), o segundo disco trazia uma enxurrada de sonoridades pesadas e equilibradas, um prato cheio de clássicos mas a canção que mais se destacava, sem dúvida alguma era Little Wing.

Escrita por Hendrix, a canção foi regravada centenas de vezes por artistas diversos como a lendária banda Derek And The Dominos, Metallica, Skid Row, Gil Evans e Sting. Este último regravou a canção em 1987, com a participação do mestre do Free-Jazz Evans, após se apresentarem juntos dois anos antes. Ela está no álbum ...Nothing like The Sun, o disco que solidificou a transição do ex-Police a carreira solo.

Sting conta que uma das primeiras apresentações ao vivo que assistiu foi a de Jimi Hendrix Experience no clube Go-Go, em New Castle, sua terra natal e que aquele concerto havia impressionado o musico – eu nunca tinha visto ou escutado nada parecido em minha vida – completa – e suponho que nunca irei.


A canção se destaca de todas as outras versões citadas por ser mais suave e elaborada. Sting prima por uma produção sofisticada e preciosa em detrimento de um som mais pesado, até mesmo para equilibrar com as músicas do álbum - que diga-se de passagem, é um dos trabalhos mais inspiradores de sua carreira solo - e acertou a mão na releitura jazzística. Músicos excepcionais como Mark Egan no baixo, Hiran Bullock na guitarra e principalmente Gil Evans e sua orquestra ajudaram a transformar esta versão primorosa em algo sublime e emocionante capaz de deixar qualquer um andando nas nuvens após a primeira audição.    

Sting tocou Little Wing ao vivo no Brasil num Maracanã lotado, na estreia mundial da turnê Nothing Like the Sun em 1987, emocionando os cariocas, que confirmaram que não há nada como Sting. 



João Paulo Porto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!!!