0372 - The Power Of The Heart - Peter Gabriel [2010]

Esqueça a tríade sexo, drogas e rock’n’roll. E esqueça o dinheiro e a fama também. Esqueça os rótulos de ranzinza, gênio, vanguardista, pervertido ou virtuose. Esqueça! Por mais que ousássemos tentar com esta gama de classificações e características definir qualquer roqueiro, estamos na realidade sendo extremamente preconceituosos. E talvez seja pior ainda se utilizar destes clichês para falar neste instante de Lou Reed.

Tudo o que foi dito nos últimos dias após a passagem de Lou Reed deste para outro plano é de fato verdade. Não é preciso aqui explicar sua grande importância para o rock e para as gerações que beberam de sua água. E também não é preciso falar de suas loucuras. Esqueça! Muito menos preciso é falar do Lou Reed lutador, tentando vencer um câncer no fígado. Vamos esquecer isto também.

Afinal, nestes últimos dias tudo o que lemos e ouvimos sobre Lou Reed o fez parecer um ser minimamente extraterrestre que gosta do wild side. Então, insisto: esqueça tudo isto. Pense somente no Lou Reed, homem simples, de Nova York, que também sente e medita sobre a força do coração.

I looked at you and you looked at me
I thought of the past, you thought of what could be
I asked you once again to marry me
The power of the heart

Por mais que todos já pensaram e opinaram sobre o seu jeito excêntrico de viver, pense agora sobre onde reside a excentricidade nestes versos. E quem é o seu compositor? Lou Reed era comum, como eu e você.


The Power Of The Heart, a canção na qual possui os belíssimos versos citados anteriormente, foi composta para a campanha da grife de jóias Cartier em 2008, com objetivo de arrecadar fundos para a ONG Ação Contra a Fome.

Curiosamente ao digitar no Google o título da referida canção, milhares de link surgirão em sucessão referenciando The Power Of The Heart apenas a Peter Gabriel. Mas o próprio sempre fez questão de dizer que esta canção foi composta por seu amigo Lou Reed.

A verdade é que a força do coração arrebatou mesmo Peter Gabriel. Em 2010, Peter gravou um disco só de covers intitulado Scratch My Back. Entre as faixas escolhidas para compor o disco, The Power Of The Heart foi uma delas. Esta versão feita por Gabriel e a orquestra New Blood conseguiu aflorar a verdadeira essência do poema de Lou Reed: o quão poderoso é amar.


(Lou, R.I.P.)

Persiolino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!!!