0399 - Wait Until Tomorrow - Gilberto Gil e Caetano Veloso [1993]

Jimi Hendrix é sinônimo de guitarrista virtuose, um deus deste instrumento, eternizado por seus riffs e apresentações inesquecíveis. Sua carreira dentro do mainstream iniciou-se em 1966 e terminou, infelizmente, em 1970 por consumo excessivo de drogas e álcool. Porém antes de sua morte abrupta, os discos gravados por Hendrix com sua banda, a Jimi Hendrix Experience, deixaram verdadeiras joias do rock’n’roll.

Em 1967, a Jimi Hendrix Experience gravou seu segundo disco de estúdio, o envolvente Axis: Bold As Love. Segundo publicações do mundo inteiro especializadas em música, consideram que este trabalho conseguiu perfeitamente aproximar ritmos como rhythm blues e soul com o hard rock, o jazz e a psicodelia. Além disto, ele também demonstra a evolução de Hendrix como compositor.

Entre as faixas de Axis: Bold As Love, a canção Wait Until Tomorrow é uma das que demonstram esta evolução de Hendrix como compositor. Ela é uma das primeiras em que Hendrix compõe em primeira pessoa e detalha a estória de romance de um casal que planeja a fuga da moça para não morto por seu pai. 

Wait Until Tomorrow contém uma linha de baixo bem marcada. Sua pegada é mais “funkeada” e encaixa muito bem com os conhecidos riffs solos de Hendrix. Por isto, Wait Until Tomorrow é considerada um dos melhores exemplares de hard rock misturado ao funk e ao soul que Hendrix conseguiu produzir...


Em 1993, Gilberto Gil e Caetano Veloso lançaram o disco Tropicália 2 para celebrar os 25 anos então do lançamento do disco revolucionário Tropicalia (ou Panis et Circencis).

Tropicália 2 não é um disco de antológico ou revolucionário, mas também não se trata de um disco ruim e que se presta apenas para relembrar momentos passados. Tropicália 2 tem faixa inéditas de Gil e Caetano e traz a mistura muito bem produzida de diversos ritmos made in Brazil, como samba, bossa nova e o axé com a música eletrônica e o rap. Particularmente, adoro ouvi-lo de cabo a rabo e acho que demonstra um dos melhores momentos criativos da carreira dos dois artistas baianos.

Mas o destaque inusitado deste disco fica mesmo por conta da escolha de regravar Wait Until Tomorrow de Hendrix. Numa versão meio reggae, meio axé, meio maracatu e até mesmo meio soul-funk o cover gravado por Gil e Caetano traz uma nova visão sobre clássico de Hendrix.

Tenho a impressão de que caso Hendrix tivesse viajado para o Brasil em 1968, Wait Until Tomorrow seria exatamente produzido desta mesma maneira como Gil e Caetano a regravaram.


Persiolino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!!!