0424 - Changes - Charles Bradley [2015]

O Black Sabbath e seu reverenciado vocalista, Ozzy Osbourne estiveram para um show final no Brasil em dezembro de 2016, esta postagem já estava nos rascunhos para ser feita, mas a vida se encarregou de só agora eu poder pô-la no ar. Acho que não preciso falar muito sobre umas das maiores bandas de rock da história e que talvez tenha sido a mãe do heavy metal e dos temas mais sombrios postos em letras de música.

A canção Changes é uma das poucas "baladas" apresentadas pela banda e está no álbum Black Sabbath Vol. 4, álbum de 1972.

Muita gente pensa se tratar de uma música do Ozzy em carreira solo, pois várias vezes ele a interpretou em seus shows sozinho. Tanto que não se acham, pelo menos no Youtube, vídeos de apresentações do Black Sabbath, apenas de Osbourne cantando esta música.


Um dia, no ano passado, estava eu vendo novela com a minha mãe (Sol Nascente, novela das 6 que acabou de acabar) quando ouvi Changes, mas não com o Black Sabbath, fui procurar na Internet quem era que interpretava, ao mesmo tempo, com tanta emoção e tanto soul.

Era Charles Bradley, norte-americano, passou boa parte de sua vida como cozinheiro, foi ao Vietnã, foi mendigo, e nunca disse que sabia cantar, apenas fazia imitações de James Brown (mas também foi influenciado por Ottis Redding), só em 1996, fazendo shows imitando Brown foi descoberto por sua atual gravadora que "revive" a soul music dos anos de 1960 e 1970. Gravou seu primeiro vinil em 2002 que virou um álbum completo em 2011 (Not Time For Dreaming).

Está também na trilha musical de SUITS em vários episódios, dado o bom gosto do personagem principal (Harvey Specter, interpretado pelo ator Gabriel Match) pelo jazz e o verdadeiro rhythm blues.

Charles Bradley foi anunciado no Rock in Rio deste ano e já se apresentou aqui no Brasil, na Virada Cultural de São Paulo em 2012 e eu tive a oportunidade de vê-lo ao vivo cantando muito blues da melhor qualidade, assim como ele interpreta esta música do Sabbath.


Menina Enciclopédia

2 comentários:

  1. Também vi o Bradley naquela Virada Cultural. Não o conhecia, só fui porque um colega chamou. Curti, mas depois dele teve Larry Graham, aí fica difícil comparar um show com o outro haha.

    ResponderExcluir
  2. estávamos no mesmo lugar e não nos vimos? rs

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!