Cover Playlist - Tributo: 5 versões em português de hits de Chuck Berry

Chuck Berry se foi aos 90 anos. Mas será que ele se foi mesmo?

Pois os Rolling Stones ainda lotam estádios e praias e se deve a Chuck Berry. Muitos falam que Elvis é o Rei do rock 'n' roll mas isto só foi possível graças ao som de Chuck Berry. Marty McFly é famoso não só por viajar no DeLorean do Dr. Emmet Brown mas por também ter tocado Johnny B. Goode. John Lennon afirmou certa vez que se pudéssemos dar um outro nome ao rock 'n' roll ele se chamaria Chuck Berry. E Berry está no espaço. Está em Pulp Fiction. Em suma, Chuck Berry é o rock. E como o rock nunca vai morrer – como disse um certo Neil Young – Chuck Berry é para sempre! 

Por aqui em terras brasileiras não é diferente. Por mais que tenhamos em nossa base musical a influência dos elementos da música europeia e africana, desenvolvendo ritmos próprios como samba, bossa nova e forró, Chuck Berry influenciou e continua a influenciar muitos jovens e artistas brasileiros que abraçaram e abraçam o rock. A Jovem Guarda, Rita Lee, Raulzito, Gil e tantas outros artistas que o digam.

E se precisar de alguma prova que reforçe que Chuck Berry tem o seu lugar na música brasileira, aqui estão cinco versões em português bem humoradas feito por artistas brasileiros a partir de grandes hits deste gênio do rock.

05 - Sergei - Rolava Bethânia [1991] (versão de Roll Over Beethoven)
Lançado no seu disco homônimo de 1991, Sergei chegou a tocá-la ao vivo num dos palcos do Rock In Rio III. Na versão do Sergei, além da Bethânia sobra também para o Lobão.


04 - Wanderléa - Sem Endereço [1964] (versão de Memphis, Tennessee)
A adaptação feita por Rossini Pinto foi lançada pela Ternurinha em 1964 no disco Quero Você feito em parceria com Renato e Seus Blue Caps. Anos mais tarde, em 1988, Rita Lee regravou esta versão para o seu disco Zona Zen.


03 - Léo Jaime - Rock'n'Roll [1984] (versão de Rock And Roll Music)
Do primeiro disco solo de Léo Jaime intitulado Phodas C de 1984, esta versão de Rock And Roll Music faz referencia a Memphis, Tennessee e a sua versão em português Sem Endereço. Ótima versão!


02 - Erasmo Carlos - Dia de Escola [1965] (versão de School Days)
Do disco A Pescaria, gravado também com Renato e Seus Blue Caps, o Tremendão, fã de carteirinha de Chuck Berry, fez uma versão para School Days mantendo o mesmo bom humor da música original.


01 - João Penca e seus Miquinhos Amestrados - Johnny Pirou [1989] (versão Johnny B. Goode)
Esta versão foi originalmente lançada por Ney Matogrosso no disco Mato Grosso de 1982 porém foi proibida pela censura da época.  Isto porque a letra conta uma estória de assédio homossexual num domingo de FLA-FLU no Maraca envolvendo como personagens um executivo de uma multinacional americana e um torcedor negro da geral - veja a história completa aqui.


Persiolino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!!!