0435 - Não Chore Mais - Gilberto Gil [1979]

Há 36 anos Robert Nesta Marley deixou de levar o protesto social e ideias de paz (do movimento rastafári) em forma de música aonde pudesse ir. Suas letras críticas ficaram, assim como o mito. Considerado a voz do povo negro na Jamaica, deixou esse ideal de amor fraterno e das questões de justiça social em primeiro plano em suas canções.

Assim também é com No Woman, No Cry  - que foi gravada por Bob Marley And The Wailers em 1974, no disco Natty Dread, mas a versão mais famosa é a gravada ao vivo, em 1975 (Natty Dread Live!), em Londres - a música fala da vida no gueto em Trenchtown, e procura humanizar e dar esperança às pessoas; usa como título uma frase famosa na Jamaica que é usada como consolo de que dias melhores virão.


Gilberto Gil, também é um mito, um dos maiores ícones da música brasileira e fez sua versão para a música de Marley em 1979, para o álbum Realce - disco cheio de sucessos como a música que dá título ao álbum.

A versão de Gil não foge da letra original, basicamente o cantor baiano consola uma mulher e relembra momentos antigos. Como a letra original diz Good friends we have, oh, good friends we've lost/Along the way, Gil usou Amigos presos, amigos sumindo assim, pra nunca mais - referência clara a ditadura vivida na época.

Uma versão feita com muita poesia muita consciência do que a letra queria passar a todos.


Menina Enciclopédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!!!