0441 - Shining Light - Annie Lennox [2009]

Parece piada, mas é verdade. Deu no site do jornal O Globo da semana passada: uma moça que se apresentou como sendo coordenadora musical de uma rádio de Los Angeles, EUA, achou que a cantora, compositora, detentora de quatro prêmios Grammy, a querida Annie Lennox fosse uma artista iniciante. Essa moça simplesmente mandou um e-mail solicitando que Annie a enviasse amostras de suas músicas em mp3 para tentar uma chance de tocar na rádio onde trabalha. E se caso as músicas fossem aprovadas pelo diretor da rádio, a mesma se comprometeria em divulgar o trabalho, dar apoio de imprensa, vídeo, além de cobrir todos os gastos com marketing. (Fala sério!)

Annie Lennox levou com bom humor toda essa história e a compartilhou em sua rede social. Daí eu me pergunto: em que mundo essa coordenadora musical de rádio mora? Tudo bem, meus pais que não possuem interessem algum em música não saberem quem é Annie Lennox. E muitas outras pessoas não a conhecem mesmo. Mas uma coordenadora musical de rádio não saber me faz pensar que no mínimo ela está na profissão errada.

Em tempo, só para citar um de seus sucessos, Annie a frente do Eurythmics junto com o cantor David Stewart gravou um dos maiores hits da década de 80, a música Sweet Dreams (Are Made Of This). (Coordenadora, your mother should know):


A grande artista escocesa também apareceu aqui no 1001 Covers em 2010 quando fizemos um post sobre sua versão da música A Whiter Shade Of Pale e também quando falamos sobre a cover feita pela Fernanda Takai para a música There Must Be An Angel (Playing With My Heart), outro grande hit do Eurythmics.

Se isto aconteceu com Annie Lenox, imagina com a banda norte-irlandesa Ash. Essa banda formada em Downpatrick em 1992 pelo vocalista e guitarrista Tim Wheeler, o baixista Mark Hamilton, o baterista Rick McMurray e posteriormente a guitarrista e vocalista Charlotte Hatherley, teve seu ápice de sucesso a partir da segunda metade da década de 90 até o início dos anos 2000. Em meio ao britpop, suas canções como Girl From Mars e Kung-Fu, com uma pegada mais power pop faziam moçada indie dançar pra valer nos inferninhos underground de São Paulo. Talvez hoje pouquíssimas pessoas se recordem deste grupo hoje. (Imagine então o que a tal coordenadora sabe sobre o Ash).

Em 2001, o Ash lançou seu terceiro disco chamado Free All Angels que recebeu ótimas críticas da imprensa especializada. Segundo Joe Tangari do site Pitchfork, Free All Angels “é um álbum pop muito bom, e conta com ótimas melodias”. Uma boa comprovação de que um disco é bom mesmo é quando ele possui boas faixas. Ouça Burn Baby Burn ou Cherry Bomb para entender e entrar no ritmo de Free All Angels. Mas a melhor faixa deste trabalho seja mesmo Shining Light. Segundo o site Songfacts, a canção Shining Light foi inspirada na ex-namorada de Tim Wheeler, Audrey. Tim dirigia seu carro numa noite, quando a melodia e a frase apareceram em sua mente: "sim, você é uma luz brilhante". Tim voltou correndo para casa e escreveu Shining Light imediatamente usando seu violão acústico.

Shining Light fez muito sucesso e chegou a ganhar o prêmio Ivor Novello de melhor canção da Academia Britânica de Letristas, Compositores e Autores em 2001. Além disto, ela fez muito sucesso não só entre os fãs da banda, como também arrebatou a atenção de uma tal Annie Lennox. Essa “desconhecida” artista gravou este som do Ash em 2009 para sua coletânea The Annie Lennox Collection que, diga-se de passagem, ficou sete semanas no top 10 das paradas de sucesso britânica com esta coletânea e alcançou a 34ª posição da Billboard 200 nos EUA. (Hello coordenadora!).


Este é de fato uma das melhores músicas do Ash em minha opinião. Mas, de fato, Annie colocou todo seu talento a favor de Shining Light. O encaixe perfeito de seu vocal, sua marca registrada, atrelado a um arranjo mais pop fez esta canção verdadeiramente brilhar, deixando-a ainda melhor que a original. Confira:


Com uma carreira consolidada e vários hits produzidos, é inadmissível para mim que uma pessoa com esta posição numa rádio não conheça a carreira solo de Annie Lennox ou ainda não saiba de sua carreira com o duo Eurythmics. Será essa coordenadora uma “Girl From Mars”? Só pode!

Persiolino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!!!