Cover Playlist - 3 canções do italiano Pino Daniele regravadas por artistas brasileiros

Nenhum comentário
O cantor, músico e compositor italiano Pino Daniele foi, e continua sendo, um dos artistas mais importantes de seu país. Em Janeiro de 2015, ele infelizmente se foi; morreu de infarto fulminante em sua residência localizada na região da Toscana. Nascido em Nápoles no ano de 1955, Pino cultivou desde cedo um amor pela música. Com pouco mais de vinte anos, ingressou como baixista do Napoli Centrale, uma banda composta por músicos napolitanos e norte-americanos, criada por duas figuras históricas da cena musical napolitana: o saxofonista James Sanese e o baterista Franco Del Padre, ambos provenientes do grupo Showmen, famoso na Itália nos anos sessenta e setenta.

A paixão que o cantor e compositor tinha por gêneros musicais mais díspares, da melodia clássica napolitana ao jazz norte-americano, passando pelo folclore mediterrâneo ao R&B, leva-o a criar seu próprio estilo musical, que ele próprio chegou a definir como "Taramblù", a mistura da Tarantela, tradicional música napolitana, com o Blues. O resultado desta mistura sempre pode ser percebido em suas músicas cheias emoção e muita melodia.

Em 1977, Pino iniciou sua carreira como artista solo e lançou o disco Terra Mia. Seu primeiro grande sucesso foi a música Napule è, que virou hino de manifesto de esperança e de desilusões de uma geração inteira de italianos no final dos anos setenta. Seu álbum de maior êxito foi Nero a Metà lançando em 1980 e que figurou na décima sétima posição da lista dos 100 melhores álbuns italianos de todos os tempos feita pela edição italiana da revista Rolling Stone.

Mas seu sucesso não se restringiu somente a terra da bota. Na Europa, nos EUA e inclusive no Brasil, as canções de Pino Daniele fizeram muito sucesso também. Por isto, o 1001 Covers encontrou outras canções deste grande mestre do jazz e blues italiano em versões brasileiras. Nós já publicamos aqui mesmo no 1001 Covers a música Bem Que Se Quis, famosa na voz de Marisa Monte com letra de Nelson Motta para a música E Po’ Che Fà – certamente a música de Pino Daniele mais lembrada aqui no Brasil.

Porém, a mídia brasileira pouco divulga os outros sucessos de Pino Daniele que ficaram conhecidos no Brasil por meio das vozes de outros artistas. Então, vamos relembrar outras 3 canções deste artista napolitano que ganhou versões/adaptações feitas por artistas brasileiros.

Outra História – Toquinho [1983]
Título original: Tutta 'nata storia
Lançamento original: Bella 'mbriana [1982]
Também proveniente do disco Bella 'mbriana, esta versão/adaptação de Toquinho chamada Outra História para música Tutta 'nata storia é a faixa de abertura do álbum Aquarela de 1983. Com este trabalho Toquinho ganhou Disco de Ouro na Itália – com mais 100.000 cópias vendidas por lá – muito por conta música Aquarela, que teve parceria de dois outros artistas italianos, Maurizio Fabrizio e Guido Morra. Além de ter sido o primeiro artista brasileiro a ganhar Disco de Ouro na Itália, Toquinho também foi o primeiro artista brasileiro a gravar uma canção de Pino.



Cai Fora – Sandra de Sá [1985]
Título original: Mo Basta
Lançamento original: Bella 'mbriana [1982]
Muito antes de Marisa Monte fazer sucesso em 1989 com Bem Que Se Quis, uma versão da música E Po’ Che Fà do disco Bella 'mbriana, a cantora Sandra de Sá já tinha lançado em terras brasileiras no de 1985 a música Cai Fora, uma versão de Mo Basta, outra canção do mesmo disco de 1980. Esta versão de Sandra de Sá foi lançada no disco da série Armação Ilimitada. A produção do disco é de Nelson Motta, que também, “coincidentemente” é autor da versão de Cai Fora.



Quando Chove – Patricia Marx [1994]
Título original: Quanno Chiove
Lançamento original: Nero a Metà [1980]
Quando Chove é uma versão para português feita por Nelson Motta da música Quanno Chiove do disco Nero a Metà de 1980. Lançada no álbum Ficar Com Você da cantora paulistana Patricia Marx em 1994, Quando Chove se tornou um grande sucesso no Brasil após se tornar música tema da protagonista Diná, do re-make da novela A Viagem, interpretada pela atriz Christiane Torloni.



Com estas belas recordações, ficam nossa admiração a Pino Daniele. Grazie!

Nenhum comentário :

Postar um comentário