0473 - Gloria - Laura Branigan [1982]

Nenhum comentário
A música Gloria na voz da cantora Laura Branigan foi um dos maiores sucessos do começo dos anos 80 e até hoje é muito tocada. Para quem acompanha a NHL, liga norte-americana de hockey no gelo, sabe que essa canção se tornou uma espécie de hino não oficial dos Saint Louis Blues, atual campeão da liga.

Essa música começou a ser tocada nos vestiários dos Blues pelos próprios jogadores e posteriormente passou a ser tocada no seu estádio após cada vitória da campanha do time na temporada 2018/2019, quando sagraram-se campeões pela primeira vez.


O que certamente os torcedores dos Blues e outras pessoas talvez não saibam é que essa tal de Gloria é cover! É por isto que mais uma vez o 1001 Covers faz um trabalho de "utilidade pública" e tenta esclarecer os fatos.

A Gloria original é uma canção italiana feita por Umberto Tozzi em parceria com Giancarlo Bigazzi, lançada em 1979 num compacto que levava o mesmo nome. Umberto Tozzi, aliás, é um cantor e compositor italiano muito conhecido por fazer várias músicas cujos remakes se tornaram mais famosos que as originais, como no caso da música Eva regravada aqui no Brasil pelo Rádio Táxi e Banda Eva.

A música original que conta a estória de um homem em busca de um amor imaginário de uma mulher chamada Gloria, obteve sucesso na Itália e em diferentes países da Europa. Ela chegou a ser regravada por outros artistas em várias outras línguas, entre elas tcheco, estoniano, sueco e francês. Confira a versão original:


Aliás, ainda em 1979, a canção ganhou uma versão em inglês feita por Jonathan King, com a mesma temática romântica original.


Já a Gloria de Branigan surgiu depois que a Atlantic Records engavetou o projeto do álbum de estreia de Laura Branigan. Nesta época, o diretor da gravadora, Doug Morris, sugeriu que a cantora fizesse uma parceria com o produtor Jack White. E foi justamente White quem sugeriu a ela gravar a versão de Gloria em inglês. "Fiquei meio apreensiva, porque a música era muito suave e tinha uma sonoridade muito europeia", contou Laura a revista People ao se lembrar de quando ouviu a versão original de Tozzi. Foi então que a própria cantora com a ajuda de Trentor Veitch, guitarrista contratado para gravar as músicas do seu disco de estréia, decidiram mudar a letra para contar a estória de uma mulher chamada Gloria que parece estar à beira da loucura por ouvir vozes que a chamam constantemente.

Lançada em 1982, esta adaptação deu tão certo que chegou a vender mais de 1 milhão de discos só nos EUA. Além disto, Laura Branigan ganhou uma nomeação para o prêmio Grammy de Melhor Performance Vocal Feminino por conta deste hit. Com tanto sucesso e reconhecimento, é quase impossível não relacionar Gloria com Laura Branigan. Porém, Gloria na voz de Laura Branigan é mais um caso em que cover se tornou mais famosa que a versão original.

Nenhum comentário :

Postar um comentário